“Paredões” da Copa – Trofeu Lev Yashin

by

O natural era que o post de hoje fosse do Noronha, mas como ele viajou, nós trocamos. Na segunda-feira ele estará de volta!

Ser goleiro é ser único dentro de um time de futebol. Só ele pega a bola com as mãos e usa um uniforme diferente, além de luvas. É o responsável por evitar aquilo o que todos querem ver: o gol. Mas também arranca suspiros de alívio dos torcedores da sua equipe quando opera um “milagre”. Dizem que é uma posição ingrata, uma pressão inigualável…  afinal, “engolir um frango” pode custar a perda de um título. Mas fazer defesas brilhante, pegar um pênalti (ou até mesmo dois, ou três) pode reverter esse quadro e transformar o arqueiro em um heroi.

Nas Copas do Mundo, desde 1994, o melhor goleiro da competição ganha um prêmio chamado “Trofeu Lev Yashin”. Nada mais justo, afinal, Yashin é considerado por muitos o melhor goleiro da história do futebol.  E aqui no blog as figurinhas – que são sempre as primeiras de cada página nos álbuns – dos vencedores deste trofeu ganham destaque, começando pelo craque que dá nome ao prêmio.

*Este texto é dedicado somente aos vencedores do prêmio. Outros grandes goleiros, como Peter Schmeichel, com certeza serão lembrados em posts futuros.

Lev Yashin (figurinha do álbum de 62) – O goleiro, conhecido como “Aranha Negra”, devido ao uniforme todo preto, defendeu a União Soviética em Copas do Mundo de 58 a 70. A participação em 58 foi a melhor. Em um jogo contra a Áustria, defendeu um pênalti sem dar rebote, supreendendo a todos. No jogo contra a Inglaterra, que decidiria a vaga para os mata-matas, Yashin segurou heroicamente a pressão inglesa após o gol da URSS, que foi o único da partida. Números apontam que Yashin defendeu 150 pênaltis na carreira. Além disso, tinha uma visão de jogo e capacidade de antecipação das jogadas fora do comum.

Michel Preud’homme (1994) – Experiente em 1994, o goleiro belga tomou apenas um gol, fez  e foi responsável direto pela classificação de seu país às oitavas-de-final. Apesar de ter ido à área adversária para tentar marcar um gol, não conseguiu segurar a Alemanha e a Bélgica foi eliminada, perdendo por 3×2. Mesmo assim, foi considerado o melhor goleiro da Copa. Era chamado de Saint Michel pelos fãs, por causa das defesas impossíveis e pelas vitórias que segurou sozinho.

Fabien Barthez (1998) – Titular da seleção da França na Copa de 1998, Barthez assegurou a titularidade na meta francesa até a Copa de 2006, quando se aposentou. O país-sede daquele ano, comandado pelo craque Zidane, chegou à final contra o favorito Brasil, e em jogo cheio de polêmicas, venceu por 3×0. Barthez foi considerado o melhor goleiro do torneio e se tornou um ídolo em seu país.

Oliver Kahn (2002) – Além de receber o  trofeu Yashin (apesar de ter dado um rebote em uma bola defensável em plena final), foi o primeiro goleiro a ser considerado o melhor jogador do Mundial e suas atuações brilhantes levaram a Alemanha à final contra o Brasil.  É considerado por alguns o goleiro mais completo que já existiu. Muitos brasileiros questionam os prêmios ganhos pelo alemão em 2002, alegando que o melhor jogador da Copa teria sido Ronaldo, ou Rivaldo, e o melhor goleiro, Marcos, que resolveu para o Brasil na hora da decisão.

Gianluigi Buffon (2006) – O tetracampeonato mundial conquisado pela Itália era o cenário perfeito para homenagear um dos maiores goleiros do futebol atual. Buffon é um goleiro seguro e de ótimos reflexos, retrato dos verdadeiros paredões defensivos que a seleção italiana costuma armar.

5 Respostas to ““Paredões” da Copa – Trofeu Lev Yashin”

  1. José Glacuio Says:

    muito interessante…como conseguir esse album da copa de 1962? Eu tenho o de 50 e 66 se quiserem.

    Tenho uma sugestão para matéria. Diversos técnicos do Mundial podem ser vistos em álbuns. Além do Dunga e Maradona, Aguirre (México – Copa de 1986), Huh Jung-Moo (Coréia, copa 1986), Fabio Capello (Italia, 1974 – ele dirige a Inglaterra nessa Copa), Morten Olsen (Dinamarca, 1986) e Ricki Herbert (Nova Zelandia, 1982).

    Acredito que as fotos atuais deles sejam facéis de serem encontradas na net. abraços a vocês e continuem com o excelente blog.

    • A Copa do Mundo em Figurinhas! Says:

      José Glaucio, se puder nos enviar os álbuns de 1950 e 1966,seria um enorme favor. Feicaríamos felizes de poder colocar seu nome como fonte sempre que utilizarmos as figurinhas desses álbuns!

      Aguardo retorno, um abraço!

  2. cassio Says:

    pow, fiko faltando o Marcos ai na figurinha de 2002

    • José Glacuio Says:

      O Marcos não está aí porque quem ganhou o prêmio Fifa de melhor goleiro da Copa foi o Khan. Aliás, o nome do troféu é Yashin e começou a ser dado em 1994.

  3. oesportissimo Says:

    SIMPLESMENTE O MELHOR GOLEIRO DO MUNDO DE TODOS OS TEMPOS!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: