Mitos de um Álbum só

by

Raciocine comigo. Craques são jogadores com habilidade fora do comum, logo,  é natural que tenham várias oportunidades nas seleções de seus países em Copas do Mundo. O maior deles, Pelé, é um ótimo exemplo disso.

Capa do álbum de 70 da Editora Sadira, não da Panini

No entanto, nem todos os “fora-de-série” disputaram vários mundiais. Existem os craques de uma Copa só, jogadores que só precisaram de uma Copa do Mundo para ficarem imortalizados na história do campeonato. Alguns não têm tanto nome, nem glamour, mas na Copa, eles são “os caras” por algum motivo. Esses são os mitos. Caras que estão eternizados, seja na nossa memória, seja na de algum norueguês.

“E o que isso tem a ver com o álbum?” TUDO!

Se o cara participou de apenas uma Copa do Mundo, só existe uma figurinha dele, o que a torna especial, rara, item de colecionador.  Ronaldo, por exemplo, é craque, mas  soma três versões de figurinhas de Copa do Mundo dele. Ficou comum, “banalizou”.

Por isso, a seguir vão algumas das figurinhas mais importantes da História: os “Mitos de um Álbum só”.

Johan Cruyff (1974) – O craque do meio-campo estreou pela seleção holandesa em 66, e foi um dos responsáveis por torná-la uma potência mundial no futebol. No entanto, só chegou a disputar uma Copa do Mundo em 74, já que a Holanda não “batia cartão” no torneio como hoje em dia. A final com a Alemanha (Ocidental) mas ficou com o vice. Decidiu não participar do mundial de 78. Dizem que se irritou com boatos de uma noitada na véspera da final… Dizem também que não quis ir porque não concordava com o regime ditatorial da Argentina… Mas eu acho que ele não foi para poder valorizar sua figurinha.

Página holandesa no álbum de 74, Cruyff no topo

Paul Gascoigne (1990) – Iniciou sua carreira no Newcastle United em 1985 e disputou sua primeira e única Copa do Mundo pela Inglaterra em 1990 – em 94, o país não se classificou e em 98 o meia foi barrado pelo técnico. Lance marcante? Bem, ela era um ótimo jogador, mas seu ato mais marcante foi começar a chorar igual criança após receber um cartão amarelo na semifinal, contra a Alemanha. Isso por que ele estava pendurado e ficaria de fora da final se a Inglaterra se classificasse.

Oleg Salenko (1994) – A Copa de 1994 foi a única de Salenko, e a Rússia nem passou da primeira fase. Mas Oleg Salenko não precisou de mais de três jogos para ficar imortalizado na História das Copas. Ao lado do craque búlgaro Hristo Stoichkov, Salenko foi o artilheiro daquele mundial, com seis gols. Já seria um belo recorde, dadas as circunstâncias, mas tem mais. O atacante é, até hoje, o único jogador a marcar 5 gols em uma só partida de Copa, nos 6×1 sobre Camarões.  (o outro foi na derrota por 3×1 para a Suécia). Sem dúvidas, merece vaga aqui no post! *Enquanto não consiguimos a figurinha do Salenko, colocamos esta foto.

Tore André Flo (1998) – Números do atacante norueguês: 76 jogos pela seleção, 23 gols. Disputou a Copa de 98. Se para nós, que já tivemos tantos jogadores excepcionais, Tore Flo, é apenas um bom jogador, na Noruega ele é simplesmente um dos maiores de todos os tempos. Entre os maiores feitos, está o primeiro gol na vitória por 2×1 sobre o Brasil. Uma zebra, e bota zebra nisso. Também é lembrado por aquele amistoso pré-Copa, em 97, quando a Noruega enfiou 4 a 2 nos amarelos.

Hakan Sukur (2002) – O atacante brilhou na campanha das Eliminatórias que levou a Turquia à Copa de 2002. No mundial, não foi tão bem, mas ainda assim é detentor de um recorde muito difícil de ser batido: nas disputa do terceiro lugar, contra a Coreia do Sul, marcou o gol mais rápido da História das Copas, aos 11 segundos de jogo. A Turquia venceu por 3×2, bom pro Hakan Sukur, que  bateu um recorde com vitória.


Pavel Nedved (2006)
– Disputou a Copa de 2006, sua única, sem muito brilho. A República Tcheca foi eliminada na primeira fase. Sem recordes em Copas, sem jogadas de gênio em Copas. Mas era craque. Foi responsável direto pela classificação da República Tcheca, até então uma seleção nova e sem muito prestígio, para a final da Eurocopa 96, de onde saiu com o vice. Depois jogou pela Lazio e pela Juventus, onde conquistou quase tudo: faltou a Champions League. Foi o melhor jogador da edição 2002/2003, mas ficou no quase. Suspenso, viu o Milan bater a “Veccha Signora” nos pênaltis e ficar com o caneco.

25 Respostas to “Mitos de um Álbum só”

  1. Felipe Says:

    Começou com o Cruyff. Lindo. Desceu, Gascoigne. Pensei, “beleza, Gazza jogava muito”. Aí passou pra Salenko, OH NÃO, puta merda. Aí veio FLO, HAKAN SUKUR, aí foi DESESPERO, AMIGO, quase fechei a aba, meu Deus, não eram CRAQUES? Puta que o pariu cara, que que é isso? Artigo pra se esquecer…

    “E o que isso tem a ver com o álbum?” NADA.

    • Danilo Pilan Says:

      “Alguns não têm tanto nome, nem glamour, mas na Copa, eles são “os caras” por algum motivo.”

      Querendo ou não, o Hakan Sukur e o Salenko são detentores dos recordes citados, e merecem o devido reconhecimento, mesmo não sendo craques no sentido puro da palavra. Flo é considerado craque no país dele. Tudo está explicado no texto.

      Sugerir jogadores que, para você, deveriam estar no post seria mais construtivo.

      Um abraço.

  2. Maurício Vargas Says:

    vou ver se descolo a figurinha do salenko pra vcs…

    abs

  3. André Alfieri Says:

    MUITO LEGAL…

    Salenko fazer 5 gols só fez tirar o brilhantismo do Stoichkov, que fez gols em quase todos os jogos, empatando com ele na artilharia… Era pro búlgaro ser artilheiro sozinho.

    Bom, se não fosse aquele GOLAÇO LAÇO LAÇO contra a Nigéria na derrota da Bulgária por 3×0 muito bem anulado, o Stoichkov teria 7 gols.

    Como ele batia falta hein…

    Todos aí são craques. Só de estar na Copa já quebra qualquer contra-argumento…

    E que saudades do Nedved na mia Lazio… ma que…

  4. Drausio Says:

    Apenas uma correção:

    O jogo Rússia X Camarões na copa de 94 foi 6 a 1 para os russos e não 5 a 1 como foi colocado. O sexto gol russo foi anotado por Dmitri Radchenko.
    Abraços!

    http://futebolcartesiano.blogspot.com/

  5. Maurício Vargas Says:

    Pena que, de novo, a Inglaterra terá bandeira no lugar do escudo…

  6. Copero2010 Says:

    E aí, pessoal, confirmam a informação que de as figurinhas estarão disponíveis amanhã (09/04), para comercialização nas bancas (SP)?

    Valeu!

  7. Bruno R B Machado Says:

    Eu tenho uma repetida do Salenko, além do Álbum de 94 completo. Vou escanear e mandar, se não o fizerem antes. Abraço!

  8. Fabio Says:

    Alguém confirma essa informação/boato das figurinhas já disponíveis 09/04?

    Com relação ao tema do post, acho que o mito Roger Mila, de Camarões, também só apareceu e um álbum, o de 94.

  9. Guilherme Says:

    Além de todos esses tem também alguns mais comtenporâneos que só foram à uma Copa.
    Shevchenko pela Ucrânia. E uma grande geração irlandesa de Given, Duff, Keanes.

  10. Luiz Laham Says:

    Hey! Eu tenho a figurinha do salenko digitalizada do meu álbum. Se quiserem ainda, mandem um e-mail!

    O blog tá show!
    abraços!

  11. Nick Says:

    eba… tenho o Flo e o Nedved. Acho que vou vender, são valiosos demais uahauhau

    E quanto ao Cruyff não ir à Copa da Argentina… eu acho isso a maior babaquice do mundo. Tinha que ser holandês para aprontar uma dessas.

  12. A Copa do Mundo em Figurinhas! Says:

    Ae, galera
    Substituímos a foto do Salenko pela figurinha dele. Obrigado a todos que se dispuseram a ajudar.

    Agora, graças à colaboração do Marcus, temos acesso a todos os álbuns da Copa desde 74. Aguardem novidades nos posts!

    Abraço!

  13. Drausio Says:

    Sobre os boatos das figurinhas hoje, passei por algumas bancas de jornal na região da Av Paulista e não encontrei nada…

    futebolcartesiano.blogspot.com/

  14. Lucas Corrêa Says:

    aqui no rio disseram que terá domingo no jornal, extra se nao me engano…
    (grátis)
    e que terça chega o album e as figurinhas…

  15. Copero2010 Says:

    Rolou as figurinhas em sampa, sim

    Inclusive faltam 86 pra mim fechar meu álbum

  16. Drausio Says:

    Olá amigos,
    Muito obrigado pela visita no nosso blog. Espero que tenham gostado. Estamos trabalhando para melhorar a qualidade técnica dos podcasts!
    O podcast deste fim de semana será sobre a Copa de 94. Acho que vocês vão gostar!
    Sobre uma parceria, seria um prazer! Inclusive já colocamos o link de vocês no nosso blog!
    Abraços!

    http://futebolcartesiano.blogspot.com

  17. Nahan Says:

    Faltou o Henri Camara e o Diouf do Senegal.
    Diouf foi o craque daquela seleção de desconhecidos que encantou o mundo em 2002 e Henri Camara detonou nas oitavas com 2 gols e um foi de ouro. Pô nenhum jogador negro?? :(

  18. Fernando Says:

    Me surpreende que o Cruyff tenha sido o primeiro, talvez em albuns, ou em albuns da Panini, enfim…

    Queria parabenizar também pelo trabalho de vocês, muito bacana, gostaria um dia de me envolver com algo do tipo.

    Abrindo um outro assunto, no Mercado Livre já tem disponíveis albuns completos para comprar, eu particularmente acho sem graça, pois o legal é abrir um saquinho, torcendo pra nao repetir e por ai vai…
    Mas se alguém tiver interesse, procurem por lá…

    Abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: